1584

Câmara Municipal de Candeias

Pular para o conteúdo

Visão Geral

Visão Geral

Bandeira Bandeira do Município
Brasão Brasão do Município
  • Aniversário: 14 de agosto
  • Fundação: 14 de agosto de 1958
  • Padroeiro (a):Nossa Senhora das Candeias
  • Gentílio:candeense
  • Cep: 43800-000
  • População: 89707 (estimativa)
  • Presidente (a): ()
    -

Geografia

Localiza-se a uma latitude 12º40'04" sul e a uma longitude 38º33'02" oeste, estando a uma altitude de 97 metros. Possui uma área de 265,555 km².

História

As origens de Candeias remontam ao século XVI, quando a região que hoje faz parte do município, abrigava importantes sesmarias, que são terrenos que os reis de Portugal cediam aos novos povoadores. A região abrigava os engenhos de Caboto, Pitanga e Freguesia. O nome do então distrito faz referência ao culto a nossa Senhora das Candeias, e ainda pelo fato de que a região era rica em uma madeira de nome Candeia. Nas proximidades do Engenho da Freguesia, estabeleceu-se a comunidade do Caboto, região praieira da localidade, de onde a cana de açúcar era transportada para o porto da capital.

Já em meados do século XX, a notícia de um milagre faz do então Arraial de Nossa Senhora das Candeias um local de romaria. De acordo com a crença popular, uma criança cega teria voltado a enxergar depois banhar os olhos nas águas da fonte próxima à colina onde se localiza a igreja. A romaria iniciada ali tem força até hoje, quando é realizada em janeiro a festa de Nossa Senhora das Candeias.

Em 1941, de Candeias saiu o primeiro poço comercial de Petróleo do Brasil. O local receberia anos depois a visita do então presidente Getúlio Vargas. O progresso oriundo da descoberta do petróleo foi fundamental para a emancipação da cidade. E em 1958, enfim Candeias deixaria de ser um distrito de Salvador para ganhar sua emancipação política.

Turismo

A festa religiosa de Nossa Senhora das Candeias, que tem seu ponto alto no dia 2 de fevereiro, atrai milhares de fiéis todos os anos, regado a muita oração, alegria e animação.

Dentre os atrativos culturais, destaque para as construções seculares, palco de fé e religiosidade, como a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias, o Engenho Freguesia e a própria Fonte Milagrosa de Nossa Senhora das Candeias.

É também conhecida como a capital brasileira do Arrocha.

Pontos de interesse

Fonte dos Milagres
Santuário de Nossa Senhora das Candeias
Museu Wanderley de Pinho
Igreja de Nossa Senhora da Encarnação de Passé
Engenho e capela de Nossa Senhora de Nazaré
Casa de engenho Pindobas e Capela Santo Antônio
Casa do Coronel Horácio Pinto
Casa de Engenho do Matoim

Letra do Hino

Aos primeiros clarões da alvorada
Do Brasil, feliz Terra da Cruz,
De um engenho, Candeias amada,
Vislumbraste tua senda de luz.

REFRÃO:
Deus te guie ó querida Candeias,
Para que teu vigor tu bem uses
Quando em paz, também quando guerreias,
Sejas sempre a cidade das luzes.


2. Do verdor dos teus campos de cana
Ao negrume do rico petróleo,
És impulso da indústria baiana
És da pátria, também capitólio.


3. Tua história é história de fé,
De trabalho, de amor e civismo,
Que teus filhos, vibrantes, de pé,
Vitalizam com pleno idealismo.

REFRÃO:
Deus te guie ó querida Candeias
Para que teu vigor tu bem uses
Quando em paz, também quando guerreias,
Sejas sempre a cidade das luzes


4. Cidadãos de outras plagas acolhes,
Operários, turistas, romeiros...
E zelosa, seus dons, tu recolhes,
Para a vida abrir novos roteiros.


5. Que do bem, possas sempre gozar,
Graças mil, sem cessar, noite e dia,
Pelo ardor do teu povo a lidar
Pelo amparo da Virgem Maria.

REFRÃO:
Deus te guie ó querida Candeias
Para que teu vigor tu bem uses
Quando em paz, também quando guerreias,
Sejas sempre a cidade das luzes