1584

Câmara Municipal de Candeias

Pular para o conteúdo

Prazo se esgota e Processo que investigava superfaturamento de respiradores é arquivado por falta de quórum

Fonte: Ascom Câmara de Candeias
03/11/2020 às 16h29

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Na tarde desta terça-feira (3), apenas 08 vereadores compareceram ao plenário da Câmara Municipal de Candeias. Hoje (3), seria o último dia para apresentação e votação do relatório final da Comissão Processante N°001/2020, que investigava as denúncias de superfaturamento na compra de respiradores e máscaras descartáveis pela Prefeitura de Candeias, o processo foi arquivado.

Foram convocadas sessões extraordinárias nos dias 26 e 28 de outubro, e a desta terça-feira (3), mas que não foram realizadas por falta de quórum.

Processo:

A abertura do inquérito ocorreu em julho com base na denúncia de um morador da cidade. Nesse período, foram colhidos depoimentos das testemunhas de defesa e acusação e diversos documentos. A comissão processante foi formada pelos vereadores Fernando Calmon (presidente), Irmão Gerson e Rita Loira.

O documento foi elaborado após três meses de investigação.

Denúncia:

Segundo a denúncia, a Prefeitura de Candeias adquiriu os equipamentos através de um contrato sem licitação com a empresa Manupa Comércio, Exportação, Importação de equipamentos e veículos adaptados. O inquérito aponta que o município efetuou o pagamento de R$ 175 mil por cada um dos oito respiradores, sendo que a Prefeitura de Salvador teria comprado equipamentos do mesmo tipo pelo preço unitário de R$ 32 mil.

A Comissão Processante apurou também se o contrato foi direcionado para a Manupa.